Crescimento e Maturidade

Índice de Artigos

2019 - Serviço

RED2019 curvado

Os temas de 2019, serão enfocados tendo como base a necessidade de envolvimento dos crentes com a Obra na sua Igreja local e na comunidade onde esta Igreja deve ser relevante. Uma igreja só é relevente ser for relevante para os de fora. Alías é este o sentido da Ekklesia, a assembleia dos romanos que decidia sobre a vida da comunidade onde o império romano estava presente. Uma igreja é relevante quando suas ações são percebidas por toda a comunidade do entorno. Nos primeiros anos da Igreja Cristã, através das atitudes práticas daqueles cristãos, servindo ao próximo, eles foram reconhecidos pelos de fora, como cristãos (Atos – antioquia). Quando os de fora nos veem, que imagem que eles tem de nós?

Nas nossas igrejas, de maneira geral, 80% dos crentes apenas “desfrutam”, e os 20% que se envolvem ficam sobrecarregados, com atividades que em sua grande maioria, estão voltadas para a realização do culto. Faltam músicos, diáconos, cooperadores, servos.... sobra gente querendo ser honrada. Sem percebermos a cultura do mercado se instalaou nas nossas igrejas. Não é mais Jesus, ou a presença do Espirito Santo, o grande diferencial, mas sim, a nossa organização. Igrejas muito bem organizadas, tem crescido, igrejas desorganizadas, estão perdidas. As Igrejas organizadas, criam um produto de consumo, um culto, um evento, uma conferencia, se especializam nisso, fazem muito bem feito e assim atraem consumidores, ávidos por novidades e atratividades. Engrossa-se o tamanho do auditório, mas a grande realidade é que estas pessoas tem pouco ou baixo envolvimento com o fazer nestas organizações. Quando insatisfeitas ou atraídas por algo “melhor”, troca-se de Igreja, evento, igual trocamos de supermercado.

Mas não é esse o nosso chamado, como cristãos. Fomos chamados para florescer no lugar em que fomos plantados pelo Senhor. A salvação recebida gratuitamente pela Fé em Efésios 2.8-9, tem o seu propósito supremo no versículo 10: “para as boas obras que Deus de antemão preparou para nelas andarmos”. Somos salvos para uma ação, atitude. Não somos salvos pelas boas obras, mas uma vez salvos, há boas obras para serem feitas (e boas obras aqui ´não é ser dizimista).

O foco das lições de 2019, busca envolver os crentes com a obra do ministério (serviço). 60% dos temas serão voltadas para o serviço na Igreja local e 40% para o serviço na comunidade. Será previso revisar o o conceito de trabalho pastoral. Muitos crentes acham que na Igreja quem tem que trabalhar é o pastor pois afinal ele é que é pago para isso (muitas vezes mal remunerado). Os crentes exigem um superpastor, onde ele tem que organizar, supervisionar, visitar, pregar, orar, rir e chorar, mas se esquecem que a função dos pastores e dos demais líderes da Igreja, confome o texto de Efésios 4.11, 12, é a preparação dos crentes para a obra do Ministério. Deus deu ‘a sua Igreja pastores, mestres, doutores, profetas e apóstolos, com a finalidade de preparar os vrentes para a Obra. Quem faz a Obra (o ministério = serviço), são os crentes e nãos os pastores.

Cremos que estas lições irão chacoalhar as nossas Igrejas. Vamos ser confrontados, em amor, e perceber o quanto podemos fazer a diferença, afinal o crente é chamado a ser sal e luz no mundo.

Mostraremos, pelos exemplos que temos mas nossas Igrejas, que pequenas ações são muito relevantes para as comunidades do entorno. Sim temos bons exemplos. Temos um braço especial, chamado FEPAS – Federeção de Entidades e Projetos Assistenciais, que é referncia entre as Igrejas evang~elicas no Brasil (em que pese o nosso pequeno tamanho denominacioal). Através da FEPAS, mais de 50 projetos sociais estão articulados e funcionando de forma especial. E olha que isso é uma pequena fração das nossas quase 1000 igrejas.

Podemos fazer mais.

O resultado, quando nos importamos com o outro, com o menos favorecido, o desvalido, é que cumprimeremo a “lei perfeita  ......(Isaias), e assim as pessoas verão os cristãos não como algu[em que faz apenas bonitos discursos éticos morais, mas alguém que interega com a realidade social e faz a diferença. Deus pode fazer muito com uma psseoa que se coloca em suas mãos.

Clique aqui para acessar o plano de Estudos de 2019.


Imprimir   Email
Encontrou um erro de digitação? Por favor, selecione-o e pressione Ctrl + Enter.