5 razões pelas quais é doloroso para um pastor perder um membro da Igreja

"Eu não quero que você leve isso pessoalmente, pastor, mas estamos deixando a igreja."

Sim. Certo.

O membro da igreja poderia muito bem ter esfaqueado o pastor com uma faca, notando que não era pessoal.

Um dos aspectos mais dolorosos e pessoais do ministério de um pastor é a saída dos membros da igreja. Claro, estou me referindo aos membros da igreja que permanecem na comunidade, não aqueles que se mudam para fora da cidade. Aqueles que escolhem deixar uma igreja, não importa a razão, precisam entender que seu pastor provavelmente será ferido. Às vezes profundamente ferido. Em vez de racionalizar todas as razões pelas quais um pastor não deve ser ferido, permita-me deixá-lo ver dentro da mente e do coração de um pastor. Aqui estão cinco razões pelas quais muitos pastores são feridos tão profundamente quando membros saem da igreja.

  1. Parece uma rejeição pessoal. Um pastor articulou essa dor para mim da seguinte forma: “O que eu fiz para fazê-los sair? Eles foram alguns dos meus maiores apoiadores. O que eles não gostam mais em mim?
  2. Relacionamentos se desenvolveram. A maioria dos pastores desenvolveu um profundo amor pelos membros da igreja. Eles se importam com eles. Eles os defendem. Eles estão lá para eles. As saídas dos membros são muitas vezes abruptas, deixando o pastor com um tipo de pesar e questionamento.
  3. Houve muito tempo investido. “Eu o discipulei e minha esposa discipulou sua esposa”, o pastor me disse. “Nós investimos muito nessa família. Parece que fomos traídos."
  4. Há preocupação pelo moral (motivação) geral da igreja. Outros membros da igreja são freqüentemente feridos quando um membro da igreja se afasta. O pastor está sofrendo por causa da partida e por causa da preocupação com o moral dos membros restantes da igreja.
  5. Há um medo que os outros seguirão. Costumamos dizer que os relacionamentos são a melhor maneira de levar as pessoas à igreja. Infelizmente, os relacionamentos costumam ser a razão mais comum para as pessoas deixarem uma igreja. O pastor fica magoado e preocupado com o fato de outros membros seguirem os membros que partem.

Esta questão é em grande parte uma questão tácita entre os pastores uns para os outros e entre os pastores para os membros da igreja. A partida de um membro da igreja não é pequena para um pastor. É pessoal, dolorosa e pode até levar à depressão.


Fonte: Este artigo foi originalmente publicado em  www.lifeway.com em 25/06/2018.


Imprimir   Email
Encontrou um erro de digitação? Por favor, selecione-o e pressione Ctrl + Enter.