Música

Escrito por Ramon Torres
A década de 70 apresenta as bases para grande transformação que a música cristã brasileira iria sofrer nas décadas de 80 e 90. Alguns fatos merecem ser destacados: Em 71 os Jovens da Verdade gravam um LP chamado Drogas. São alvos de criticas duras, mas a música vira um sucesso. A reclamação maior era o fato de um grupo evangélico estar gravando um tema que não fosse adoração.
VPC gravou o primeiro Disco, em 1971, com o título "Fale do amor". A capa mostra a influencia cultural e o indicio de que muita coisa iria acontecer!  Em 1973 a 12ª equipe laçou o disco "Se Eu Fosse Contar". FOI UM SUCESSO, Musicas como “Nas estrelas”, “Deus é real” invadem as igrejas brasileiras. Em 75 é lançado Louvor I com cânticos que viraram clássicos até hoje: Buscai primeiro, Ao Orarmos, Mente e Coração.
 

Paralelamente no seminário Palavra da Vida em Atibaia, o Maestro Dick Torrans forma um grupo de 8 componentes e chama de Palavra da Vida, nesse grupo estão Jayro ‘Jairinho’ Trench Gonçalves e Paulo César, alguns anos depois Dick, Jairinho e Paulo saem do palavra da vida por divergências musicais e fundam o GRUPO ELO. Seu primeiro disco é o CALMO, SERENO, E TRANQUILO. Em 79 Lançam o Disco OUVI DIZER, mais um Clássico da época, musicas como Ao Sentir fizeram sucesso imediato.

 O Conjunto Som Maior nasceu em 1976, sob a orientação do Ministro de Música, Pr. Roger Cole, Diretor do Departamento de Música da Convenção Batista do Estado de São Paulo, que escolheu um a um, os integrantes do grupo dentre os componentes do Coral Jovem do Estado de São Paulo. Pode-se destacar pelo menos um grande sucesso no inicio: Jesus Cristo mudou meu viver
Outro Grupo que também começa sua trajetória é o Voz da Verdade, O grupo começou suas atividades em 1978,com o LP "Quem é o caminho?", que teve a música "Jesus Vive" como o primeiro sucesso da banda. A família Moysés na época era dona de uma loja de calçados, e os discos do conjunto eram dados aos clientes como forma de brinde, e assim começou a divulgação do conjunto, que em pouco tempo já estariam fazendo grande sucesso.
Em 73, foi gravado na cidade de Curitiba o disco Cem Ovelhas. Antes do lançamento deste disco, Ozéias de Paula sofreu um acidente automobilístico em uma viagem de Curitiba para o Rio de Janeiro. Após a recuperação do acidente, o disco Cem Ovelhas foi lançado, atingindo altos índices de venda.
Alguns cantores que se destacariam muito nas décadas seguintes começam suas carreiras:
Shirley Carvalhaes grava seu primeiro disco em 76 de maneira independente e depois começa uma parceria com a gravadora rocha eterna.
Asaph Borba inicia um movimento de adoração no Sul do Brasil, ao gravar seu primeiro disco, intitulado Celebremos com Júbilo, juntamente com o cantor Donald Stoll
Em meados de 1970 foi criada a equipe “Realidades em Cristo”, essa equipe vai gerar a Igreja Cristo Salva.
Janires se converte na igreja Cristo Salva no centro de São Paulo, o músico tinha a vontade de criar uma banda de rock cristão. Ainda, nessa época o cantor já possuía suas primeiras composições. Foi gravado um compacto em 1979, mas Janires decidiu mudar-se para a cidade do Rio de Janeiro, onde criaria o Rebanhão
Com grandes nomes e ideias surgindo ou se firmando no cenário musical, provavelmente o maior feito da década foi realizado por VPC com o lançamento do álbum "De Vento em Popa" em 1977, o primeiro disco com 100% de músicas compostas por autores nacionais como Sérgio Pimenta, Aristeu Pires, Guilherme Kerr, Edy Chagas e Artur Mendes, além de ritmos brasileiros, principalmente a bossa-nova e o samba canção. Foi um grande fiasco comercialmente, esse disco só foi redescoberto anos mais tarde, muitas lojas devolveram o Disco por acharem mundano. Um destaque é a música Sinceramente.
Ainda na década de 70 vão surgir algumas comunidades que serão fundamentais na década de 80 para mudanças significativas na musica evangélica brasileira.