Visitas nas casas no Sertão são uma das ações tomadas pelos missionários.Levar a Palavra de Deus às comunidades do Sertão envolve muitos desafios: além das dificuldades geográficas, os missionários encontram diversas comunidades que não têm presença evangélica.São cerca de 6 mil localidades no Sertão que ainda não possuem igrejas evangélicas, tornando o Sertão um dos locais menos evangelizados do Brasil. Ciente nestes dados, a Agência Missionária de Evangelização do Sertão AMES trabalha para mudar essa realidade.

DIFICULDADES NO SERTÃO - Mesmo com o trabalho de evangelização em várias localidades do Sertão, há muitos pontos que ainda não contam com presença evangélica, como explica o pastor Levi Custódio Liberato. Ele coordena, ao lado de sua esposa Suely Regina Frata Liberato, o campo da região Sertão-Bahia, que abrange uma equipe de 28 pastores e 96 missionários que atuam em 17 municípios.

“A DIFICULDADE DE ACESSO ÀS LOCALIDADES É MUITO GRANDE. AS ESTRADAS SÃO RUINS, PRINCIPALMENTE DAS COMUNIDADES QUE FICAM MAIS LONGE DOS CENTROS DAS CIDADES. PARA CHEGAR ATÉ A COMUNIDADE DE CURRALINHO, EM RIO DO PIRES, POR EXEMPLO, TEMOS QUE SAIR ÀS 6 HORAS E SÓ CHEGAMOS LÁ ÀS 13 HORAS. SÃO APENAS 55 QUILÔMETROS, MAS A ESTRADA É DRÁSTICA”, EXPLICA LEVI.

Entre os desafios ainda estão a distância entre as comunidades, que chega a 70 quilômetros de uma para a outra, e o analfabetismo funcional. “Poucos sertanejos têm leitura e escrita, então usamos uma linguagem muito simples e específica, para que eles entendam e aprendam sobre a Palavra de Deus da melhor forma”, completa.

TRABALHO MISSIONÁRIO

A abordagem nas comunidades é simples: os missionários realizam visitas de casa em casa. “É o método mais eficaz, pois o povo sertanejo é relacional, gosta de receber. Cada visita demora cerca de 2 horas, o que demonstra o interesse deles em ouvir quem vêm de fora. São pessoas simples, mas muito receptivas e generosas”, conta o pastor.

CONSTRUÇÃO DE IGREJAS

Além das evangelizações missionárias, a Ames conta com um projeto de construção de Igrejas. A construção dos templos ocorre quando a comunidade rural ultrapassa 40 crentes, e cada igreja comporta em torno de 120 a 150 pessoas.

Os locais são agradáveis para cultuar a Deus e onde os sertanejos podem se reunir nas datas especiais, como casamentos e comemorações diversas. Ao todo, quase 30 igrejas já foram construídas no semiárido nordestino.

Encontrou um erro de digitação? Por favor, selecione-o e pressione Ctrl + Enter.
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa