Lista de Mensagens Ministradas

Ministração do pastor Elton Melo na Primeira Igreja Batista Independente de Curitiba - www.ibicuritiba.org.br - na quarta semana da Campanha de Avivamento de 2016 (Jejum 40 dias), sob o tema "Remova os impedimentos ao avivamento", esbo~co geral da campanha, preparado pelo pastor Edison Queiroz, com base no texto bíblico de 2 Reis 23.1-3, mostrando como Deus levantou o rei Josias para um grande avivamento no seu tempo.
Duração:58 mins 58 secs

SERMÃO 4 – OS IMPEDIMENTOS AO AVIVAMENTO

I – INTRODUÇÃO

A obra de Deus sempre enfrentou oposições. A Bíblia toda apresenta diversos tipos de oposições. Começa com o diabo no Gênesis, e a partir dai, encontramos nações, reis, líderes tentando impedir a obra de Deus. Além desta oposição externa houve muito conflito interno obstaculizando a obra de Deus.

Aqui vamos ver alguns impedimentos básicos ao avivamento espiritual.

1o.  IMPEDIMENTO - COMODISMO

Por isso é que foi dito: “Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre ti”.  Efésios 5.14

Muitas pessoas gostam da rotina e se sentem confortáveis com o estilo de vida que adotaram e tem pavor de qualquer mudança.

Sem dúvidas as mudanças sempre trazem algum temor, mas por outro lado elas criam uma nova expectativa do que está adiante.

Esta é uma das razões pelas quais as pessoas não querem um avivamento espiritual. Estão acomodadas e não querem interferências na sua zona de conforto. Alguns sabem que se tiverem uma experiência profunda com Deus, precisarão acertar coisas, abrir a vida para que Cristo entre em todas as áreas. No avivamento espiritual entregamos todas as áreas da nossa vida para que Cristo assuma o controle.

Saia você também da sua zona de conforto e aliste-se no exército de Deus que vai lutar contra as hostes espirituais da maldade nas regiões celestiais.

O Senhor dos Exércitos está lhe convocando!

2o.  IMPEDIMENTO - TRADICIONALISMO

6 Ele respondeu: “Bem profetizou Isaías acerca de vocês, hipócritas; como está escrito: ‘Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.

7 Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras

ensinadas por homens’.

8 Vocês negligenciam os mandamentos de Deus e se apegam às tradições dos homens”.


9 E disse-lhes: “Vocês estão sempre encontrando uma boa maneira de pôr de lado os mandamentos de Deus, a

fim de obedecerem às suas tradições!  Marcos 7.6-9

Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo. Colossenses 2.8

Todos temos nossas tradições. De uma forma ou de outra nos apegamos àquilo que nos foi ensinado desde crianças e acabamos criando nossas tradições em muitas áreas da vida.

Em termos religiosos também temos as tradições tão fortes que muitas vezes são um impedimento às pessoas de conhecerem o Deus vivo e verdadeiro.

Na questão do avivamento a coisa funciona da mesma forma. Temos igrejas que há muitos anos vivem em suas tradições e têm uma grande dificuldade com mudanças.

No cenário evangélico brasileiro foram criadas algumas nomenclaturas pejorativas, pois colocam rótulos em todas as igrejas sem sequer conhecer a realidade delas. Por exemplo dizemos que há os “pentecostais”, os “tradicionais” e agora rotularam um novo grupo que chamam de “neopentecostais”.

Cada um destes grupos tem algumas características que determinaram os rótulos. Pessoalmente não concordo com essas nomenclaturas, e confesso que já fui classificado nas três.

O problema aqui não é a nomenclatura. O mais importante é você olhar para sua vida pessoal e sua igreja e analisar a realidade dos fatos: Há uma evidência forte de avivamento na sua vida e igreja?

Não permita que por causa das suas tradições, você deixe de experimentar a grande benção de se aprofundar na vida de Cristo.

O que importa é que você fique firme nas doutrinas da Palavra de Deus e cheio da vida de Cristo.

Muitos de nós ficamos preocupados com o que vão pensar de nós. O que os irmãos vão falar, o que nossa denominação vai dizer. É mais importante pensar o que Deus vai falar. Foi assim que os Apóstolos pensaram: Mas Pedro e João responderam: “Julguem os senhores mesmos se é justo aos olhos de Deus obedecer aos senhores e não a Deus.  Pois não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos”  Atos 4.19-20

Comece a buscar ao Senhor. E entregue tudo nas mãos Dele e Ele cuidará da sua vida e reputação, assim as pessoas verão que contra fatos reais, não há argumentos contrários.

3o.  IMPEDIMENTO - O DIABO NÃO QUER VER OS CRENTES AVIVADOS

10 Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder.

11 Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo,

12 pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. 13 Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo.

14 Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça

15 e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz. 16 Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno.

17 Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.

18 Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.  Efésios 6.10-18

Estamos no meio de uma batalha espiritual. Infelizmente muitos cristãos e igrejas não conhecem a realidade do mundo espiritual.

É impressionante verificar como há pessoas que não discernem as coisas espiritualmente. Somente veem em o que é material, e como consequência sua vida cristã e seus cultos são materiais, tentam convencer o pecador a mudar de igreja e não ter uma experiência espiritual correta.

A Vida cristã é uma realidade espiritual. Jesus Cristo disse que para ser seu seguidor precisa nascer de novo e muitos estão como Nicodemos pensando na vida material. (João 3) Quando nos damos conta de que a questão é espiritual, concluímos que estamos no meio de uma grande guerra nas regiões celestes.

O verso 12 diz: Pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.

A vida cristã é uma mudança de Reino. A pessoa que se entrega a Cristo e nasce novamente, sai do domínio das trevas, e é transportada  para o Reino do Filho amado. (Colossenses 1.13) Claro que o diabo não quer perder seus súditos e sabe que quanto mais a igreja estiver fraca, sem poder e sem vida espiritual profunda, mais ele pode manter as vidas sob seu domínio.

Satanás sempre vai se opor ao avivamento. Quando ele percebe que o povo começa a orar por avivamento, já inicia sua preparação para colocar obstáculos. Ele é um falsificador. Deus faz coisas  para o bem do homem. Satanás faz coisas para seu próprio bem.

Esta e a razão pela qual o inimigo levanta forte oposição ao avivamento. Olhando o livro de Atos dos Apóstolos verificamos que logo no início o Diabo levantou oposição às pregações e ao Caminho. De repente se deu conta de que quanto mais oposição mais a igreja tinha ousadia e dedicação. Aí então ele mudou a estratégia. Hoje ele entra sorrateiramente nas igrejas provocando uma frieza espiritual. Fazendo com que alguns líderes evitem reuniões de oração, reuniões de grupos pequenos nas casas, que não haja vigílias de oração, jejuns, evangelismo pessoal etc.

Mas o diabo já foi derrotado na cruz e sabe que tem pouco tempo.

O avivamento espiritual virá e as hostes das trevas vão  bater em retirada. O Poder de Deus vai invadir diversos lugares trazendo convicção de pecado, dando o dom do arrependimento e muitas vidas serão resgatadas do domínio das trevas para a luz.

Um dos dons espirituais mais necessários é o dom de discernimento de espíritos para identificar de onde estão chegando as oposições, distorções e distrações em relação ao avivamento espiritual.

Chegou a hora de todos se consagrarem ao jejum, oração, pregação da Palavra, e a busca de um grande avivamento espiritual.

Deus responderá e será glorificado!

4o.  IMPEDIMENTO - TEMORES AO AVIVAMENTO

22 “Agora, compelido pelo Espírito, estou indo para Jerusalém, sem saber o que me acontecerá ali.

23 Só sei que, em todas as cidades, o Espírito Santo me avisa que prisões e sofrimentos me esperam.

24 Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão-somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, de testemunhar do evangelho da graça de Deus.  Atos 20.22-24

A pessoa que anda com Deus, tem uma segurança extraordinária.

Deus não permite uma prova além do que possamos suportar. Ele está no controle de todas as coisas, por isso não devemos temer pessoas nem situações.

No texto, Paulo está afirmando que não sabe o que lhe acontecerá em Jerusalém. Somente sabe que haverá prisões e sofrimentos. Você iria assim mesmo? Paulo foi cheio de coragem porque a sua entrega nas mãos de Deus foi tal que ele já considerava sua vida perdida queria apenas cumprir a missão.

A realidade é vamos enfrentar, criticas, rejeições, oposições. Mas como Paulo vamos ficar firmes sabendo que no final teremos a vitória.

Vamos orar por um grande avivamento espiritual e ter a coragem para enfrentar as oposições humanas. Deus estará do nosso lado, e no final Ele recebera a honra e a Gloria.

CONCLUSÃO

Devemos viver a agir de acordo com a vontade de Deus. Sem dúvida Ele quer que vivamos  cheios da vida de seu Filho Jesus Cristo, para que o mundo seja transformado.

Powered by: Preachitsuite