Lista de Mensagens - alcancevitoria | 2016

Dom, Set 17, 2017

Quem você pensa que é

Culto de Celebração da Primeira Igreja Batista Independente de Curitiba, Mensagem ministrada pelo pastor Elton Melo, no tema "Quem você pensa que é", com base nos texto de Mateus 11.2-6, sobre o momento final da vida de João Batista.

Quem é você? Fernando Pessoa afirmava que somos, de fato, alguma coisa entre o nosso desejo e o desejo dos outros sobre nós. Identidade e um tema complexo. Bauman, autor do termo Modernidade Líquida, diz que mesmo na pós modernidade a identidade tem a ver com as nossas relações profundas e duradouras. Nenhum de nós é especial ou melhor que os demais. Mas cada um de nós é único.

Identidade é algo que temos, que construímos, a longo da nossa caminhada desde os primeiros momentos da vida. Descobrimos nossa identidade muito cedo. A criança entende o mundo como extensão de si mesmo. Demora um pouquinho, para ela perceber que há outros, mas, quando descobre, entra em crise, (narcisismo primário). Por isso a criança tenta presentear a mãe com o que ela tem, seu cocozinho. (Donald Winnicot).

Na dinâmica dos relacionamentos, Lacan, cita o “estágio do espelho”, onde uma criança ao olhar-se no espelho, pensa que é uma outra criança. Depois reconhece a si mesma, idade em que começamos a ter lembrança de algo. É a partir deste momento que a criança passa viver sua identidade, É nesse momento, que um adulto, tem o dever de autenticar a nossa identidade. Somos linguageiros, Deus criou tudo pela palavra. País ministrem na vida seus filhos.

Ilustração: Frederico II, rei da Prússia entre 1740 e 1786, fez uma experiência estranha. Ele queria saber qual era a língua original primitiva do ser humano (a língua de Deus). Dizem que ele confiscou as crianças e as colocou-as aos cuidados de mães adotivas que deviam cuidar delas, mas jamais falar com elas. Tudo isso para que elas falassem por si mesmo. A história relata que ao final de seis meses todas as crianças desta experiência morreram.

Crianças precisam de olhos nos olhos, palavras abençoadoras, laços afetivos. Em Vitória conhecemos uma irmã que foi abandonada pelos pais, e foi entregue aos cuidados de terceiros, passou por três família, ao longo da sua infância e adolescência. Foi abusada dos 7 aos 15. Dos 17 conheceu um rapaz engravidou dele, sua vida sempre tinha sido uma nulidade. Até que um dia, um mendigo bêbado, pregou para ela. Deus preparou tudo para ela. Mas não sabe o dia do seu nascimento.

Muitos de nós está com a identidade ferida. João estava preso e em crise de identidade. Para Jesus ser quem ele era, ele precisava da identidade de João. O Messias precisava ser anunciado. João surge e não fala de si mesmo,

Quando Jesus pergunta quem é João, ele está dizendo que não adianta falar do messias se eles não tinham certeza sobre João.

Isso gera uma crise na cabeça de João. Manda os seus discípulos perguntar: és tu mesmo o Messias, ou temos que aguardar outro? Situações que podem nos levar a questionar a nossa identidade:

1 – Forças questionadoras da nossa identidade:

  1. Tragédias circunstanciais, quando uma “bomba” cai na nossa vida, uma tragédia. O diabo fez isso com Jesus no deserto. Será que você é filho mesmo... as circunstâncias falam realmente quem você é? Respondeu Jesus. Eu não sou quem eu sou porque tenho pão para comer, eu sou quem eu sou, porque o pai disse quem eu sou. Sofrimento tem poder para questionar nossa identidade.
  2. Rupturas relacionais, quando somos rejeitados, o casamento desmorona, quando sofremos uma perda relacional, quando alguém nos abandona. Isso joga a gente no chão e leva-nos a questionar quem somos, onde erramos, se valeu a pena viver, sofrer, se vale a pena continuar. Observe, o versículo 2, João está preso, no ostracismo. E o ministério de Jesus, bombando, multidões o seguem.
  3. Frustração histórica, quando somos tomados por uma sensação de que a vida não aconteceu, que não chegamos a lugar nenhum, e pior, outros, parecem estar melhor. A pessoa vai perdendo o prazer de fazer. História do empresário que chega na empresa de helicóptero, super bem-sucedido, que dialoga com o porteiro João. Lacan diz que a inveja é um equívoco de impressão, um mau olhado, projeta não o objeto, mas a aparência que parece.

2 - Efeito da crise da identidade na pessoa.

  1. Desânimo e dependência de outros - não saber quem eu sou. Vazio de alma. Falo de mim. Quando você não sabe quem você é, não para onde ir e tudo que você faz, é para encontrar minha identidade. E minha identidade precisa estar segura em Deus. A mulher de Potifar não sabia quem era, mas projeta em José, porque ele sabia quem era. José recusa o pudim por causa da identidade (ele sabe quem é, sabe quem é o seu patrão e quem é Deus).
  2. Ressentimento. A carência de identidade leva a pessoa a exigir reconhecimento de outros, de aprovação de terceiros. E que é pior, começa a transferir minhas culpas e problemas para outros. Na continuidade do processo, este sentimento leva a raiz de amargura em meu coração. Se você não sabe quem você é. Falha em crer em quem eu sou. Só tem identidade que é filho.
  3. Impulsividade temerária. Quem tenta resolver os seus problemas num gesto intempestivo, vive cheio de ideias mirabolantes, uma pessoa que está tentando num gente intempestivo, resolver um problema de uma vida toda. Mobiliza todo mundo, mas o primeiro a desistir de tudo é o mirabolante. Uma pessoa carente de identidade tudo que começa não termina.

3 – Como Deus nos mostra nossa identidade.

  1. Deus sabe quem você é - Quando os discípulos de João fazem uma pergunta, ele não responde, mas mostrou os sinais que aconteciam. O seu Nome está escrito no seu livro e nas palmas de suas mãos.
  2. Quando eu sei quem eu sou eu deixo o agir de Deus falar por mim.
  3. Quando Deus nos comunica quem somos, resolve nosso problema.
  4. Adoração confere autoridade. Nós nos tornamos aquilo que adoramos (Sl 115.3-8). Só Deus e digno de ser adorado. Só tem identidade aqueles que são filhos de Deus.
  5. João ficou em dúvida sobre quem eu sou, mas eu tenho certeza sobre quem ele é. O Senhor sabe quem você é. Ainda que você se esqueça, ele sabe. A identidade prescinde o que eu faço. Mérito não confere identidade a ninguém. Quando Davi entrega a oferta para a construção Davi diz das tuas mãos recebi. Todos os méritos são de Cristo. Portanto, está tudo bem contigo.
  6. A sua história ainda será contada. O que vocês saíram a ver no deserto (vs. 7,8,9). Quem precisa de roupa para dizer quem é, está perdido. Jesus está dizendo que sabe quem João é e sua história não cairá no esquecimento.
  7. Benção não tem a ver com coisas, mas com aquilo que Deus fala de você!
  8. No Reino de Deus todo mundo é maior do que ele. No reino do céu, é de João para cima. Falem para João que ele tem parte nisso. Todos nós estamos incluídos no projeto de Deus.

Leave um(a) reply

Powered by: truthengaged