Lista de Mensagens Ministradas

Amados em Cristo, graça e paz. O assunto principal da nossa pregação neste último domingo de maio é a FAMÍLIA. Vivemos um tempo da pós-modernidade, onde tudo é relativo, rápido e em constante mudança. Mas o nosso Deus estabeleceu valores referenciais (padrões), que são imutáveis. Não importa o nome e a configuração que a sociedade pós-moderna e sem Deus dê para a família, o verdadeiro padrão para a família foi estabelecido por Deus, com propósitos claros. Cabe a cada um de nós refletir neste tempo o que temos vivido e nos submeter ao padrão perfeito de Deus.

INTRODUÇÃO: Amados em Cristo, graça e paz. O assunto principal da nossa pregação neste último domingo de maio é a FAMÍLIA. Vivemos um tempo da pós-modernidade, onde tudo é relativo, rápido e em constante mudança. Mas o nosso Deus estabeleceu valores referenciais (padrões), que são imutáveis. Não importa o nome e a configuração que a sociedade pós-moderna e sem Deus dê para a família, o verdadeiro padrão para a família foi estabelecido por Deus, com propósitos claros. Cabe a cada um de nós refletir neste tempo o que temos vivido e nos submeter ao padrão perfeito de Deus. No texto base desta ministração, lemos que a casa (entendida aqui como FAMÍLIA), pode ser edificada sobre a areia (sem consistência, sem firmeza e sem segurança), ou sobre a rocha (firme, alicerçada, segura contra as tempestades da vida. Jesus aponta duas escolhas e duas consequências desta escolha. O que Jesus quer nos ensinar sobre como edificamos nossa CASA = FAMÍLIA? Quero compartilhar com os amados três padrões ou valores que creio que são os principais para uma família (casa) abençoada:

1 - Deus valoriza a Família

  1. A palavra FAMÍLIA aparece 396 vezes na Bíblia (NVI);
  2. Um lar tem início com um compromisso de amor e fidelidade, e Deus como o seu arquiteto. Salmos 127.1
  3. Para Adão, Deus não criou os amigos, mas uma esposa. A Família nasceu do coração de Deus, e Ele não comete erros.
  4. Deus chamou Abraão com a finalidade de que através dele TODAS as famílias da terra fossem ABENÇOADAS – Gn 12.2,3 – mas note que Abraão só podia ser abençoador, se ele fosse uma bênção (vs. 2);
  5. O Senhor te abençoa para que todas as famílias da terra vejam que a glória Dele está sobre sua casa, sua família – Dt 28.10;
  6. Todas as famílias da terra se prostração diante do Senhor e louvarão ao seu nome – Sl 22.27; 96.7
  7. A bênção do Senhor é para sua casa, e para sua descendência – Dt 7.9
  8. Deus sempre irá operar através de famílias – foi assim com Adão, Noé, Abraão, Moisés, Josué, Calebe, Davi e, José e Maria que tiveram o privilégio de cuidar do Seu filho Jesus Cristo.

2 - Deus valoriza o relacionamento

  1. A maior expressão de relacionamento vamos encontrar na relação entre Deus e Jesus: Jesus nos revela que Deus é o PAI – Jo 16.25;
  2. Todo aquele que recebe a Jesus como seu Senhor e Salvador, torna-se também um filho de Deus - Jo 1.12;
  3. Uma vez que somos filhos, também somos co-herdeiros de Deus, por meio de Cristo – Rm 8.17
  4. Somos predestinados para sermos conforme a imagem do Seu filho, o primogênito entre muitos irmãos – Rm 8.29;
  5. Para o Senhor, todo o seu povo, é apenas uma família – Amós 3.1;
  6. Em Cristo e através de Cristo, somos membros da Família de Deus – Ef 2.19;
  7. Quando o endemoninhado gadareno foi liberto, quis seguir com Jesus, mas a ordem de Jesus para ele foi: vá e anuncie para a tua família, tudo o que o Senhor lhe fez, e como teve misericórdia de ti - Mc 5.19;
  8. Nosso lar (casa), família, deve ser o espaço principal para a manifestação do poder e da glória de Deus através do perdão, da alegria, do quebrantamento, da obediência, da paz, da satisfação, da fidelidade, do amor genuíno, da solução de conflitos, do crescimento pessoal.
  9. Deus valoriza pessoas, isto é, o relacionamento.

3- Deus valoriza e respeita a nossa escolha

  1. O Senhor não nos impõe nada, mas coloca diante de nós duas opções: a vida ou a morte; a bênção ou a maldição – e Ele deseja que você viva e multiplique e sejas abençoado (Dt 30.15,16).
  2. A pessoa que mesmo conhecendo Deus, deliberadamente não o obedece, acaba sendo dominada por seus desejos e se torna cheia de iniquidade, imundícia, prostituição, perversão sexual, maliciosa, avarenta, maldade, inveja, homicida, contendas, murmurações, detratores, injuriadora, soberba, presunçosa, inventora de males, desobedientes de pai e mãe, néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia – estas tais são dignos de morte – Rm 1.21-32;
  3. Bem-aventurado (mais que feliz), é a pessoa que tem o seu prazer na Palavra do Senhor; ela será como a árvore plantada junto dos ribeiros – Sl 1.1,2;
  4. Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda (obedece) em seus caminhos – Sl 128.1,2
  5. As bênçãos do Senhor, para nossa família, dependem das nossas escolhas;
  6. A prostituta Raabe foi salva com toda a sua família – Js 6.23;
  7. A família de Cornélio era temente, piedosa e oravam continuamente a Deus – (At 10.2);
  8. A benção do Senhor é geracional - se estende até mil gerações – Dt 7.9;
  9. Saul perdeu o direito da dinastia do reinado, por suas más escolhas;
  10. O sacerdote Eli, perdeu o sacerdócio e seus filhos, pela sua omissão em corrigir as más escolhas de seus filhos;
  11. Davi teve a sua descendência abençoada até Jesus, seu descendente renovo após 1021 anos (28 gerações), por conta das suas escolhas em servir ao Senhor, embora, como homem, tivesse pecado – 2 Sm 7.12;
  12. Portanto o que Deus leva em conta, não é se pecamos, mas se estamos dispostos a consertar, nos arrependermos dos nossos pecados e nos voltarmos totalmente a ele.

Conclusão: quero terminar com a grande pergunta de Josué ao povo. Quando os israelitas terminam de conquistar a terra, Josué reúne todo o povo para a renovação do pacto, da aliança (Josué 24,1-16) e faz uma pergunta essencial a todo o povo: vocês são livres para escolher a quem servireis: ao Deus eterno ou aos falsos deuses? (Versículo 15). Ele respondeu: PORÉM, EU E A MINHA CASA, SERVIREMOS AO SENHOR!

Hoje também você tem a oportunidade de escolher. A quem servirá? Como sua casa (família) será edificada? Na areia, ou na rocha que é CRISTO? Sua escolha determinará as consequências sobre o seu lar, sua família.

Você pode achar que esta escolha custa caro, vai exigir algo muito valioso para você renunciar. Mas quanto vale a sua família para você? Por que mesmo sabendo que temos que edificar nossa casa (família) sobre a rocha, edificamos sobre a areia? Por que desprezamos aquilo que mais tem valor para Deus? Jesus alerta: O que adianta ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? (Marcos 8.36) Sua família só pode ser abençoada se você estiver disposto a ser um(a) abençoador(a). Minha amiga e meu amigo, hoje tu tens a escolha: vida ou morte, qual vais escolher?

Eu e minha casa – André Valadão

Família – Rêgis Danese

Quero consagrar meu lar a Ti

O nosso futuro para Te servir

Com toda minha força e entendimento

Quero dedicar o meu lar a Ti

Eu e minha casa serviremos a Deus

Eu e minha casa serviremos a Deus

Eu e minha casa serviremos a Deus

Com alegria

Te agradeço pela minha família

E por tua presença no meu lar

Te agradeço pelo pão de cada dia

Que o Senhor nunca deixou faltar

Te agradeço pela nossa harmonia

Só em ti Senhor podemos confiar

te agradeço pelas tuas maravilhas

E os milagres que ainda há de operar

A minha família é bênção do Senhor

Me ensina a tratar minha família com amor

Edifica minha casa para o teu louvor

A minha família é um presente do Senhor

Vídeos das músicas sugeridas para esta ministração (use no seu culto famíliar ou célula)

https://www.youtube.com/watch?v=dLdVEXB_Rlk

https://www.youtube.com/watch?v=5vULIBk4Be0

Powered by: Preachitsuite