Lista de Mensagens Ministradas

Há uma diferença entre a visão de Deus e a visão do homem. Enquanto a visão do homem é limitada, a visão de Deus vai além, porque Ele é eterno e infinito. O homem usa o microscópio para ver os micro-organismos; usa o telescópio para ver no espaço os cometas e planetas. Deus vê além do micro e do macro; ele vê a interioridade do ser humano. Ele sonda e perscruta a interioridade de cada um de nós. O homem vê o momento, Deus o ontem, o hoje e o amanhã. Ele não se limita a tempo, a espaço e a circunstâncias. Palavra ministrada pelo pastor Elton Melo na Igreja Batista Independente de Curitiba, aos jovens, em 04/06/2016 - Conexão Total
Duração:1 hr 9 mins 41 secs

Há uma diferença entre a visão de Deus e a visão do homem. Enquanto a visão do homem é limitada, a visão de Deus vai além, porque Ele é eterno e infinito. O homem usa o microscópio para ver os micro-organismos; usa o telescópio para ver no espaço os cometas e planetas. Deus vê além do micro e do macro; ele vê a interioridade do ser humano. Ele sonda e perscruta a interioridade de cada um de nós. O homem vê o momento, Deus o ontem, o hoje e o amanhã. Ele não se limita a tempo, a espaço e a circunstâncias. O Homem vê o estereótipo, Deus conhece os pensamentos. “Ele vê o escondido, sabe quem anda nas trevas e com ele mora a luz”. (Daniel 2.22.) O homem vê com os olhos dos outros. Julga o semelhante, baseando-se em comentários de terceiros. Deus vê todos iguais, porque ninguém é digno de justiça própria. Deus vê o invisível.

Lembre-se disso: Nas nossas relações humanas, somos julgados pelas pessoas com base em quatro critérios percebidos pelo outro:

a) Pelo que fazemos;

b) Pela nossa aparência;

c) Pelo que falamos;

d) Pelo modo como falamos.

É com base nesta percepção que as pessoas decidem se serão amigas ou não; se confiarão ou não em nós. Enquanto a nossa relação com Deus depende inteiramente do nosso coração, a nossa relação com o outro depende muito mais da percepção externa do que das nossas intenções.

Vamos datalhar um pouco mais a diferença entre a forma que o homem vê que que Deus nos vê. Veja as duas visões:

1º O homem acusa, ao passo que Deus dá misericórdia: Levaram perante Jesus Cristo uma mulher apanhada em adultério. Os fariseus hipócritas disseram para Jesus Cristo, que segundo a lei de Moisés, ela precisava ser apedrejada. Jesus olhou para aqueles homens e disse: “Quem não tem pecado atira a primeira pedra” Todos saíram cabisbaixos. Jesus falou para aquela mulher: “alguém te condenou?” Ela respondeu: “não...”, então, o Senhor declarou: “eu também não te condeno, vá e não peques mais”.

2ª O homem vê o pecado, porém Deus vê o perdão: Zaqueu era odiado pelos judeus, porque era o maioral dos publicanos (cobrador de impostos). Jesus resolveu ir até a sua casa. A multidão odiou esse fato, pois Jesus entrara na casa de um homem como Zaqueu, desprezado e rejeitado por todos. Devido a isso, aquele homem teve uma experiência maravilhosa com Jesus e recebeu a salvação. Enquanto todos viam um pecador que merecia o inferno, Deus via em Zaqueu um cidadão dos céus. Como você vê aquela pessoa da sua família que vive no pecado? Veja-a com a visão de Deus.

3º O homem vê com os conceitos da religião, mas Deus vê o adorador: Jesus encontrou com uma mulher no posso de Jacó. Ela era uma samaritana. Os Samaritanos e Judeus não se davam. Ela fez uma pergunta para o Mestre: “Onde é o lugar de adorar a Deus” Os judeus adoram no templo, em Jerusalém, nossos pais aqui neste monte. Jesus respondeu: “Mulher é chegada a hora e já chegou onde os verdadeiros adoradores adoram o pai em espírito e em verdade”. São estes que o pai procura.

4º O Homem vê e faz acepção de pessoas, enquanto Deus Vê e acolhe a todos: Pedro teve a visão de um lençol que descia dos céus. Nesta visão havia todos os animais proibidos de serem comidos pelos judeus. Deus o mandou matar e comer. Assim, Deus preparava Pedro para que mais tarde ele entendesse que a salvação e a graça Dele eram para todos. A lição era esta: temos de tomar consciência que o amor, a graça e a salvação de Deus não estão limitados a um povo específico. Deus não faz acepção de pessoas quanto à etnia, a raça ou a nação. Deus vê todas as pessoas igualmente e oferece salvação, perdão e graça.

Conclusão:

Peçamos a Deus que nos dê a sua visão, olhos para que possam ver as pessoas como ele as vê. Como precisamos da sua graça e misericórdia!

Powered by: Preachitsuite