Escrito por Jonathan Howe
Categoria:

jonathan howeSe você estiver na equipe de liderança de uma igreja, você interagirá com voluntários diariamente. E infelizmente, você provavelmente não está sentado em uma oferta infinita de voluntários. É bem possível que você esteja procurando pessoas todas as semanas para preencher um buraco deixado por um voluntário que está doente, fora da cidade ou pouco confiável.

Escrito por Elton Melo
Categoria:

Na visão judaica, o Urim e Tumim estão relacionados às funções do Sumo Sacerdote de Israel. Seria a placa peitoral usada pelo sumo sacerdote, uma espécie de estola dobrada ao meio, em forma de bolso que guardava um pergaminho no qual estava escrito o nome de Deus. O nome de Deus ali gravado fazia com que determinadas letradas gravadas sobre as pedras preciosas acendessem de acordo com as questões que o sumo sacerdote perguntava. A pessoa que buscasse uma resposta (questões relevantes na comunidade israelita) ia até ao sumo sacerdote e perguntava. O sumo sacerdote por sua vez virava-se para a arca da aliança, e a pessoa em pé atrás do Sumo-Sacerdote em voz baixa fazia a pergunta. Cabia ao sumo sacerdote, olhar a letra que se acendiam e recebia a inspiração de Deus para decifrar a resposta de Deus. 

O Urim e o Tumim foram colocados por Moisés “no peitoral”. (Levítico 8,8) - Alguns peritos acham que se tratava de sortes lançadas ou tiradas do peitoral, sob a direção de Jeová, basicamente fornecendo respostas de “sim” ou “não” às perguntas.

Os nomes Urim e Tumim encontramos em Levítico 8,8; Números 27,21; e 1 Sm.28,6 com referência ao peitoral das vestes do sumo sacerdotes. Seriam 12 pedras com o nome das tribos de Israel e do Senhor. Vejamos em Êxodo:

" Porás também no peitoral do julgamento Urim e Tumim, para que estejam sobre o coração de Aarão, quando entrar na presença de Iahweh: Aarão levará seu coração o julgamento dos filhos de Israel diante Iahweh continuamente." (Êxodo 28,30) Bíblia de Jerusalém.

Na Escritura foi citado explicitamente que o Urim e Tumim estavam no peitoral, parecendo que eles estavam separados das doze pedras montadas no lado de fora. O nome Urim quer dizer "luzes", enquanto Tumim quer dizer "perfeições"; e estes significados conduziram alguns para colocá-las como sendo talvez pedras flamejadas de um modo particular para indicar "sim" ou "não". 

Escrito por Elton Melo
Categoria:

Você tem se sentido feliz, participativo, relevante, produtivo, forte e livre? Vivemos numa sociedade persuasiva, comercializada, automatizada e viciada em drogas, enfim, um lugar onde muitas são as barreiras a serem superadas no dia-a-dia. No entanto, é possível viver bem em meio a essa realidade e ainda liderar outras pessoas a um futuro melhor. Cada um de nós é responsável por alguma coisa que só nós devemos fazer. É uma oportunidade privilegiada que você tem para crescer tanto na vida profissional quanto na vida social. Para desenvolver a capacidade de liderança, você deve observar e praticar as seguintes Leis da liderança:

Escrito por Elton Melo
Categoria:

Uma das histórias mais conhecidas sobre Sun Tzu, do Shiji, descreve o seu temperamento da seguinte forma: ante de contratar Sun Tzu, o rei de Wu testou as suas capacidades ordenando que treinasse um harén de 180 concubinas para que elas se tornassem em soldados. Sun Tzu dividiu-as em duas companhias, escolhendo para as comandar as duas concubinas preferidas do rei. Quando Sun Tzu lhes ordenou que se colocassem de face no chão, elas riram-se. Como reacção, Sun Tzu disse que o general, ele próprio, era responsável por assegurar que os soldados entendiam as suas ordens. De novo, Sun Tzu dá-lhes a mesma ordem e, de novo, elas riram-se. Então, Sun Tzu ordenou que executassem as duas concubinas preferidas do rei, contra os protestos deste. Sun Tzu explicou ao rei que se os soldados compreendiam as ordens mas não as cumpriam, então a culpa era dos oficiais. Sun Tzu acrescentou que, quando um general é nomeado, é seu dever cumprir a sua missão, mesmo que o rei protestasse. Após a execução das duas concubinas, foram escolhidos novos oficiais para as substituir. Após este episódio, ambas as companhias passaram a executar as suas ordens sem qualquer falha.


Batalhas Espirituais em Neemias

Ao ler o livro de Neemias, vamos compreender alguns princípios de batalha espiritual. Satanás usa algumas artimanhas, entre elas destacamos:

  1. O inimigo se prepara antes mesmo de começarmos a fazer a obra. (2.10);
  2. O inimigo tenta nos desanimar zombando da nossa intenção e desprezando o que iremos fazer. (2.19);
  3. O inimigo nos acusa de fracos e diz que a obra é grande para nós. (4.1)
  4. O inimigo contra ataca quando percebe que as brechas já estão se fechando. (4.7)
  5. O inimigo coloca propostas em nosso caminho com o intuito de nos fazer parar. (6.1)
  6. Mesmo que o inimigo não consiga nos atingir, nós devemos estar atentos as coisas que pertencem a ele e que estão no meio de nós.
Escrito por José Aldoir Taborda
Categoria:

“Nosso problema é o nosso nome”, disse-me um pastor, logo após a palestra sobre desafios e necessidades da CIBI. Esse nome “Independente” é o que está nos prejudicando! Voltei para casa com esta frase martelando em minha mente. Seria mesmo o grande problema denominacional o nome “Independente”? Enquanto pensava, acorreu-me à mente uma ilustração que está no livro “Tu Lhes Dirás as Minhas Palavras”, acerca de um soldado desertor do exército de Alexandre o Grande. Quando o mesmo foi trazido à frente do grande comandante grego, este lhe perguntou: - “Como te chamas, soldado?” Ao que este respondeu: “Alexandre, Senhor!” O comandante olhou nos seus olhos indignado, e falou: “Então você precisa mudar de nome ou mudar de vida”!