Cinco atitudes essenciais para uma vida bem sucedida

Liderança

Um grande número de pessoas lida diariamente com resoluções diante dos problemas que enfrentaram no passado. Quando iniciamos um novo ano, então, uma grande quantidade de pessoas faz excelentes resoluções. Mas a estatística chocante é que 80% destas pessoas desistem das sua resoluções pouco mais de 6 semanas, após resolver fazer algo. Isto demonstra que eles são incapazes de serem disciplinadas para irem adiante. Portanto, não importa quantas resoluções de Ano Novo façamos ou quão bem intencionadas estamos, é, em última instância, que cada um de nós tenha a determinação de realizá-las. Para aqueles ainda não fizeram as suas resoluções de ano novo, aqui estão alguns princípios norteadores para fazer você pensar:

 

1. Fortaleça a sua pessoa interior.

Eu preciso estar em forma fisicamente para dar conta da minha rotina diária de trabalho (mais de 9h), no entanto, isso para mim, tem mais a ver com ficar em forma e diminuir o estresse. No entanto, mais importante que o meu bem estar físico é o meu bem estar emocional, ou seja a minha pessoa interior (quem eu sou, como sou amado e capaz de amar, como eu me sinto em relação ao outro e a Deus). Provérbios 4.23 diz: "Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida.".

Recentemente li um livro onde o autor faz a distinção entre nosso mundo exterior e nosso mundo interior. Ele diz que nosso mundo interior é "um centro em que escolhas e valores podem ser determinados, onde a solidão e a reflexão podem ser perseguidas. É um lugar para realizar culto e confissão, um lugar onde a poluição moral e espiritual dos tempos não precisa penetrar ".(Gordon MacDonald, em Ordenando seu mundo privado).

Poucas pessoas praticam o cuidado do eu interior regularmente. Resolva cuidar do seu eu exterior e interior. Você acabará por agradecer a si mesmo!

2. Olhe mais para frente e, quando necessário, no retrovisor.

Isso certamente é mais fácil dizer do que fazer, mas lembre-se que se viver olhando para trás, você não irá avançar. Há um tempo e um momento onde a reflexão sobre o passado é bem vindo, mas também há um tempo para avançar para o que está por vir. Devemos aprender com as nossas falhas, erros, desastres do passado, recusando-nos a deixar que definam quem somos ou para onde estamos indo. Os espelhos retrovisores são necessários em nossos veículos, mas prefira dirigir pelos caminhos da vida, olhando através do parabrisa.

3. Elimine a desordem. 

Não muito tempo atrás, minha esposa e eu (mais o filho mais novo) nos mudamos para um estado diferente. Foi nossa última das seis mudanças ao longo dos últimos 15 anos. É incrível como a gente percebe que acumulou coisas além do que realmente precisamos para o nosso dia-a-dia. Muitas coisas, atolam, perturbam o ambiente da nossa casa, escritório, etc. Há muitos objetos que não usamos mas guardamos, porque pensamos: " um dia... quem sabe, usarei isto". O resultado é que guardamos muitas coisas que agora se tornam inúteis e não valem a pena mantê-los.   

Aproveite, esta é a hora de olhar a confusão em nossas próprias vidas. O novo ano nos oferece uma mudança para inventar os sentimentos que abrigamos, os hábitos que nos causam danos ou a ansiedade que nos faz perder o sono. Qual é a sua desordem? Talvez seja hora de eliminar uma desordem desnecessária que está pesando você ou ocupando espaço em seu coração. Talvez seja hora de chamar o "caminhão de mudança".  

4. Não tome atalhos. 

Vivendo em Curitiba, uso o Waze para dirigir pelas ruas e estradas. Na maioria das vezes, a voz em segundo plano é reconfortante (algumas são chatas), mas  eu sei que esta tecnologia tem meus melhores interesses em mente. No entanto, há momentos em que eu tento superar o Waze e eu tomo uma vez ou outra um atalho que considero ser o "melhor caminho". Quase toda vez, o Waze oferece o caminho mais rápido, mais curto e sem estresse para me levar ao meu destino. Quando se trata de nossa liderança, nosso crescimento pessoal, ou nossos relacionamentos, não há atalhos, por mais fáceis ou atrativos possam parecer.

5. Eu vou viver e liderar agora!  

Não tenho certeza sobre você, mas acho que gasto muito tempo pensando na praticidade das coisas e não há tempo suficiente para pensar em elaborar coisas novas. Neste ano novo, eu decidi não fazer uma longa lista de afazeres, perder-me nos detalhes ou sofrer paralisações por ficar elaborando mentalmente uma dúvida. Escolhi viver a minha vida hoje, um dia de cada vez. Além disso, eu sempre pensei mais nos outros que em mim mesmo e, como resultado sempre fui disponível para os outros e nunca para mim mesmo (e pior, para a minha própria família). Por mais que os outros sejam importantes em minha vida (e de fato são), não posso me "acabar" vivendo a agenda de outra pessoa. As pessoas que interagem comigo precisam que eu as lidere e não que eu "passe as mãos nas suas cabeças"


elton 200x200Elton Melo é casado com Ionice Silva Melo, tem dois filhos, uma nora e uma neta. É palestrante motivacional, presidente da Editora Batista Independente, pastor na Igreja Batista Independente de Curitiba. formado em Economia com especialização em Economia Empresarial, é graduado em teologia pela FTSA de Londrina e estudou psicanálise na AEP em Vitória-ES. Atua no desenvolvimento de pessoas e coaching e focando na excelência da liderança. (email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) - este artigo pode ser livremente reproduzido, mantidos os créditos do autor.

Imprimir
Encontrou um erro de digitação? Por favor, selecione-o e pressione Ctrl + Enter.
Elton Melo
Elton Melo