Esboços

Escrito por Elton Melo
1 - O crente experimenta sofrimento como uma decorrência da queda de Adão e Eva -  a totalidade da criação geme sob os efeitos do pecado, e anseia por um novo céu e nova terra (Rm 8.20-23; 2Pe 3.10-13).

2 - Certos crentes sofrem pela mesma razão que os descrentes sofrem como consequência de seus próprios atos.

3 - O crente também sofre, pelo menos no seu espírito, por habitar num mundo pecaminoso e corrompido.

4 - Os crentes enfrentam ataques do diabo.

5 - Do ponto de vista essencialmente bíblico, o crente também sofre porque “nós temos a mente de Cristo“ (1Co 2.16). Por exemplo, assim como Cristo chorou em agonia por causa da cidade ímpia de Jerusalém, cujos habitantes se recusavam a arrepender-se e a aceitar a salvação (Lc 19.41), também devemos chorar pela pecaminosidade e condição perdida da raça humana.

6 - Deus pode usar o sofrimento como catalisador para o nosso crescimento ou melhoramento espiritual.
 
7 - Finalmente, Deus pode usar, e usa mesmo, o sofrimento dos justos para propagar o seu reino e seu plano redentor. Por exemplo: toda injustiça por que José passou nas mãos dos seus irmãos e dos egípcios faziam parte do plano de Deus “para conservar vossa sucessão na terra e para guardar-vos em vida por um grande livramento“ (Gn 45.7). Vitória sobre o sofrimento pessoal
 
Se você está sob provações e aflições, que deve fazer para triunfar sobre tal situação?
 
1 - Primeiro: examinar as várias razões por que o ser humano sofre e ver em que sentido o sofrimento concerne a você.
2 - Creia que Deus se importa sobremaneira com você, independente da severidade das suas circunstâncias (Rm 8.36; 2Co 1.8-10; Tg 5.11; 1Pe 5.7). O sofrimento nunca deve fazer você concluir que Deus não lhe ama, nem rejeitá-lo como seu Senhor e Salvador.

3 - Recorra a Deus em oração sincera e busque a sua face. Espere nEle até que liberte você da sua aflição (Sl 27.8-14; 40.1-3).

4 - Confie que Deus lhe dará a graça para suportar a aflição até chegar o livramento (1Co 10.13; 2Co 12.7-10).  A fé cristã não consiste na remoção de fraquezas e sofrimento, mas na manifestação do poder divino através da fraqueza humana (2Co 4.7).

5 - Leia a Palavra de Deus, principalmente os salmos de conforto em tempos de lutas (Sl 11; 16; 23; 27; 40; 46; 61; 91; 121; 125; 138).
 
6 - Busque revelação e discernimento da parte de Deus referente à sua situação específica — mediante a oração, as Escrituras, a iluminação do Espírito Santo ou o conselho do pastor.

7 - Se o seu sofrimento é de natureza física, atente para a necessidade de ir ao médico, também.

8 - No sofrimento lembre-se da predição de Cristo, de que você terá aflições na sua vida como crente (Jo 16.33), mas também terá vitórias!

Aguarde com alegria aquele ditoso tempo quando “Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor“ (Ap 21.4).
Categoria: