Esboços

Escrito por Elton Melo

O ministério com homens na igreja é um dos mais imoportantes para a sociedade. No entanto, constata-se que temos falhado em discipular os homens de forma eficiente. Estudos mostram que para cada dez homens em media na Igreja:

- 9 terão filhos que abandonarão a Igreja.
- 8 não encontrarão satisfação em sua vida profissional.
- 6 pagarão a quantia mínima em seus cartões de crédito.
- 5 terão um sério problema com pornografia.
- 4 irão se divorciar.
- Todos os 10 enfrentarão tremendas lutas para equilibrar trabalho e família. (Man In The Mirror)


A realidade é que a maioria dos nossos homens não tem uma vida devocional consistente. Pouquíssimos tem pensado no que realmente significa amar as suas esposas como Cristo amou a igreja. Como conseqüência os homens não tem pensado em preencher as necessidades de suas esposas ou aplicar a ordem paulina de I Corintios 13:4-8.

A maioria dos homens não tem um plano de discipular os seus filhos e nem a mínima idéia do que significa ser líderes espirituais em suas famílias. Menos de 10% estão ativamente buscando compartilhar a sua fé com amigos não cristãos, parentes e colegas de trabalho etc.

quando você ajudar o homem acertar as coisas em seus corações, todos só tem a ganhar.  Quando pensamos em termos de aliança (aliança de Deus com Seus eleitos) passamos a entender que Deus estrategicamente colocou os homens numa posição estratégica de influência na família, na igreja e na sociedade. Pat Morley (Man in The Mirror) coloca as coisas da seguinte maneira:

Você pode imaginar de alguma maneira o MUNDO estando correto a não ser que a IGREJA esteja correta? Você pode imaginar de alguma maneira a IGREJA estando correta a não ser que FAMÍLIAS estejam corretas? Você pode imaginar de alguma maneira FAMÍLIAS estando corretas a não ser que seus CASAMENTOS estejam corretos? Você pode imaginar de alguma maneira CASAMENTOS estando corretos a não ser que os homens estejam corretos? Você pode imaginar alguma coisa que tenha maior potencial de mudar o mundo a não ser que o homem esteja correto?”




 Jesus edificou a Sua Igreja ao discipular homens.

Jesus foi radical em seus dias porque tratou mulheres e crianças com grande dignidade. Mas ele construiu o fundamento da sua vida ao investir pesadamente em 11 homens. Hoje as coisas na igreja caminham no sentido inverso em sua abordagem. Os recursos alocados para ministério com crianças, mulheres e jovens superam em muito os recursos devotados a ministério com homens. Qual a razão de um ministério focado completamente em homens? George Barna apresenta uma interessante estatística que pode muito bem responder a essa pergunta:

- Quando uma criança assume um compromisso com a igreja, 2% da família se envolve juntamente com ela.
- Quando uma mulher/mãe assume um compromisso com a igreja, 17% da família se envolve juntamente com ela.
- Porém, quando o homem /  pai assume um compromisso com a igreja, 93% da família se envolve juntamente com ele!